Avivamento: Mitos, Razões e Significado

Autor: Renato Vargens
Muito se tem falado ultimamente sobre a necessidade da igreja em experimentar um genuíno avivamento. Entretanto, no afã de vivenciar um derramamento do Espírito Santo, a Igreja Evangélica tem construído alguns mitos do que seja de fato um avivamento. Se não bastasse isso, na maioria das vezes ela tem corroborado com a situação de ausência de “vento de Deus” em suas estruturas, isto porque ao longo do curso da vida ela tem negligenciado princípios básicos e elementares ao surgimento de qualquer avivamento. Neste estudo teremos a oportunidade de observarmos alguns destes mitos além de refletirmos sobre o porque que muitas das vezes não experimentamos um verdadeiro avivamento.
Mitos do Avivamento e o que o avivamento não é:

Avivamento não é a pregação de ênfases legalistas.
Avivamento não é a manipulação do poder de Deus através de sensacionalismo.
Avivamento não é a celebração de números extraordinários dos que entram pela porta da frente da Igreja.
Avivamento não é um modismo ou uma ênfase exagerada de um determinado tópico.
Avivamento não é colocar aquilo que chamamos de “sintologia” acima da Palavra de Deus.
Avivamento não é uma invenção terrena e sim criação celestial.
Avivamento não é descer a rua com um grande tambor; é subir ao Calvário em grande choro.

Razões que impedem o surgimento de um genuíno Avivamento:

O esquecimento do lugar de oração.
A falta de intensidade e fervor na oração.
O relaxamento da leitura da Palavra de Deus.
Aquilo que denomino de pseudo-espiritualidade-maturidade que está  relacionada na maioria das vezes a aquilo que o cristão tece quanto a sua estatura de fé.
O afastamento da comunhão dos Santos.
A consciente desobediência a Deus e a sua Palavra.
Dar lugar a carne e as suas paixões.
O conformismo com este século. Tudo é normal !
Negociar aquilo que não pode ser negociado.
Orgulho, independência e a soberba.
O Amor ao mundo e as coisas que há no mundo.
A falta de temor a Deus.
O desconhecimento de um Deus extremamente poderoso que operou, opera e continuará a operar poderosamente na história dos homens.

O que é Avivamento:

Avivamento é fruto exclusivo da ação do Espírito Santo na vida gente.
Avivamento é o arrependimento que não gera legalismo.
Avivamento é refrigério no Senhor.
Avivamento é o Espírito Santo enchendo um corpo preste a tornar-se um cadáver.
Avivamento é o antídoto para a apostasia.
Avivamento é fruto de oração, suor e lágrimas.
Avivamento é o arrependimento que nos leva a reforma.
Avivamento é pentecostes e não pentecostalismo.

Comentários no Facebook