A importância das palavras

“… palavra tem o poder para criar. Quando Deus fala, Deus cria. Quando Deus diz, ‘que haja luz’ (Gen 3.1), a luz surge. Deus fala luz. Para Deus, falar e criar são a mesma coisa. É este poder criativo da palavra que nós precisamos recuperar. O que falamos é muito importante. Quando falamos, ‘eu amo você,’ e falamos isso de todo coração, nós podemos dar a outra pessoa nova vida, nova esperança, nova coragem. Quando dizemos, ‘eu odeio você,’ podemos destruir uma pessoa. Cuidemos de nossas palavras”. Henri Nouwen

A pesquisadora e psiquiatra Louann Brizendine afirma que as mulheres falam 20.000 palavras por dia, enquanto que os homens usam sete mil. Ou seja, falamos muito. Falamos coisas boas, coisas ruins. Muitas vezes falamos quando não devemos ou quando devemos não falamos nada. Com respeito à fala somos corajosos (“eu vou falar tudo que ela precisa ouvir”), somos covardes (silêncio total).
A Bíblia já previa tudo isso.
Desde os tempos antigos a fala é usada para o bem e para o mal. Por isso, a Palavra nos orienta no uso da palavra. Fica o desafio do Salmo 19.14: “Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, SENHOR, Rocha minha e Redentor meu!”.

Antonio Carlos Barro

Compartilhe a BençãoEmail this to someoneShare on Google+Tweet about this on TwitterPrint this pageShare on Facebook

Comentários no Facebook